segunda-feira, março 27, 2006

AMOR AO INIMIGO

"Digo-vos, porém, a vós outros que me ouvis:
amai os vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam;
bendizei aos que vos maldizem,orai pelos que vos caluniam.
Ao que te bate numa face, oferece-lhe também a outra;
e, ao que tirar a tua capa, deixa-o levar também a túnica;
dá a todo o que te pede; e, se alguém levar o que é teu, não entres
em demanda.
Como quereis que os homens vos façam,
assim fazei-o vós também a eles." Lc 6.27-31

As palavras estão aí. Jesus deu as coordenadas para que,
todo aquele que tivesse conhecimento, agisse como tal.
Mas como é difícil isto para todos nós!
Lemos. Então tomamos conhecimento. Mas não registramos.
Estudamos. Então sabemos. Mas não levamos adiante. Não vivemos.

A idéia então, é não deletarmos da nossa mente o que lemos e aprendemos.
Temos que fazer um treinamento e procurar amar a pessoa que nos maltrata
e com a qual temos alguma diferença. Evitar lembrar fatos ocorridos,
para não nos irarmos novamente. Isto, quando realmente acontecem coisas.
Muitas vezes estas coisas, são imagens que nós mesmos colocamos na memória sem que sejam verdadeiras.
Não deixar que as iras que temos, provocadas por fatos as vezes até merecidos,
permaneçam no nosso coração. Isto somente nos maltrata, nos magoa e nos deprime. Tira o nosso ânimo, nossa alegria de viver, e deixamos de ser muitas vezes naturais e expontaneos.

A boca fala do que está cheio o nosso coração; devemos então, enche-lo com o amor de Deus para declarar este amor por pessoas que aparentemente provocam coisas das quais achamos não merecer.
Nossa mente também é produtiva para o mal, e o inimigo das nossas almas está
sempre a espreitar para abocanhar o bocado. Então acabamos magoados, traídos e demolidos.

Mas o amor vence todas as coisas. Ignora as rixas e confusões.
É fácil amar as pessoas que amamos! Isto não nos trará mérito algum porque é mandamento.
Mas o treinamento que buscamos é amar a quem nos maltrata e que aparentemente, não nos ama. Aquele que nos fere, nos magoa, nos injuria, falha conosco, nos provoca, nos aterroriza, muitas vezes. Com a nossa atitude de bondade e sabedoria, o Senhor age lá dos céus e nos exalta.

As circunstâncias vão se modificando porque o Pai vai se agradando de nós, e vai
fazendo todas as coisas erradas tomarem o caminho certo.
Temos muito para falar sobre este assunto. É algo dito assim tão simples, mas de uma profundidade do tamanho de Deus!

A começar em nós, devemos quebrar os corações e derramar bençãos sobre aqueles que não tiveram boas atitudes para conosco. Se fazemos diferente da maioria, Cristo será glorificado.
Uma pergunta de grande sabedoria seria : Que faria Jesus nestes casos?? Como Ele agiria nestas situações? Qual seria seu pensamento? Que solução teria para cada caso deste tipo?
Que o Pai possa ser UM conosco. Assim como Ele é UM com o Pai!

E que possamos amadurecer no físico, para que tenhamos experiencias na manifestação do Espírito Santo de Deus e vejamos nossas vidas coroadas de êxito e vitória.
Temos que lembrar a todo momento que a nossa luta não é contra a carne.
Com as nossas boas atitudes poderemos ganhar estas vidas pra Jesus!!!
Amém?

Até!

3 comentários:

Lou disse...

Passei por aqui. Muito bom seu blog. Muito conteúdo para saborear. Parabéns.

Caio Kaiel disse...

Amém!!!

Julio Gomes disse...

Minha irmã, o seu blog é bem recheado.

Porém ele nao engorda, nos faz crescer espiritualmente!!

Glória a Deus pela sua vida e disposição.

Em Cristo

Julio Gomes
Jornal DESPERTAR

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...